Páginas

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

COLUNA: Jogadores Históricos de Futebol : Zinédine Zidane

Nome: Zinédine Yazid Zidane
Data/Cidade Natal: Marselha, 23 de junho de 1972
Altura: 1,85 m
Pé: Destro
Apelido: Zizou, El Zid
Posição: Meio campo

Zidane é tido como um dos melhores jogadores da história do futebol mundial, sendo frequentemente comparado a seu compatriota Michel Platini. Durante sua carreira, defendeu equipes como Juventus e Real Madrid, estando presente também, na fase mais vitoriosa da história da seleção francesa, que conquistou uma inédita Copa do Mundo e o segundo título da Eurocopa de sua história (a outra fora conquistada na época de Platini).
Cannes:
 
Mais um descendente de argelinos vivendo do sul da França, Zidane iniciou sua carreira defendendo o Saint-Henri, equipe inexpressiva que disputava campeonatos locais. Apenas uma temporada depois, acabou sendo levado ao não maior Septèmes-les-Vallons, onde permaneceu durante quatro temporadas. Sua grande habilidade vinha chamando a atenção das demais equipes, sendo levado ao Cannes para passar uma estadia de seis semanas de treinamentos, mas nunca retornou ao Septèmes-les-Vallons.
Apenas uma temporada após sua chegada aos Dragons Rouges, fazia sua estreia como profissional em maio de 1989, contra o Nantes de Marcel Desailly e Didier Deschamps, mais tarde seus companheiros na seleção. Seu primeiro tento como profissional demorou para acontecer, saindo apenas em 8 de fevereiro de 1991, o que lhe rendeu um carro vermelho – presente de Alain Pedretti, presidente do Cannes na época.
Bordeaux:

Logo, o Cannes acabou ficando muito pequeno para o talento de Zidane, sendo vendido ao Girondins de Bordeaux, que pagou sete milhões de euros por seu passe. No Bordeaux, conquistou seu primeiro título como profissional: a extinta Copa Intertoto da UEFA. Nessa mesma época, o Bordeaux que não vivia seus melhores momentos na história, conseguia chegar a uma final de Copa da UEFA, deixando pelo caminho equipes como o Milan, que duas temporadas antes, era campeão europeu do principal título do continente. Seus dribles e gols renderam-lhe uma transferência para a Juventus.
Juventus:

Mesmo disputando um campeonato diferente do habitual, Zidane mostrou seu melhor futebol em sua primeira temporada. Logo de cara, conquistou a Supercopa Europeia e o Mundial Interclubes. Esta competição, normalmente colocada em segundo plano pelos europeus, teve-lhe um sabor especial: foi contra o River Plate, possibilitando-lhe uma partida contra seu maior ídolo, o uruguaio Enzo Francescoli, de quem Zidane tornara-se grande fã quando o sul-americano defendera o clube da cidade natal de Zizou, o Olympique Marselha, idolatria que o faria batizar seu filho de Enzo. Ao final da temporada, ganhou também o scudetto. Mas, acabou não sendo feliz na Liga dos Campeões, onde terminou como vice-campeão. Para premiar sua excelente temporada de estreia, mesmo não tendo conquistado o título europeu, foi considerado o melhor jogador estrangeiro do ano. Já na temporada seguinte, viveu um dos melhores momentos anos na carreira, conseguindo o bi italiano e novamente uma final da Liga dos Campeões, porém, foi vice-campeão nela novamente. No final do ano, Zidane conquistou os prêmios de melhor do mundo da FIFA e France Football.
Tendo passado mais apagado nas duas temporadas seguintes, viveu novamente uma das melhores temporadas de sua carreira, sua última pelos bianconeri. Tendo grande participação durante a temporada, acabou ficando com segundo lugar no italiano, e na Liga dos Campeões, acabou sendo eliminado na primeira fase, onde foi expulso após dar uma cabeçada em Jochen Kientz, que defendia o Hamburgo. Ainda assim, devido ao seu alto nível de atuações, foi eleito o melhor jogador e melhor jogador estrangeiro do Campeonato Italiano. Porém, nessa temporada, não conquistou os principais prêmios europeus, como na temporada anterior, com exceção do Ballon d'Or.
Real Madrid:

Mesmo tentando segurar o craque francês em seu elenco, a Juventus acabou não conseguindo aguentar o poder econômico do Real Madrid, que montava um elenco com nomes de peso, conhecidos mais tarde como galácticos. Sua transferência aos merengues, foi a segunda negociação mais cara da história 75 Milhões de euros, só deixando ser ultrapassada pela compra de Cristiano Ronaldo para o próprio Real Madrid 94milhões de euros. Zidane,tendo o camisa cinco logo em sua primeira temporada conduzido o clube blanco ao título da Liga dos Campeões, com direito a um golaço de voleio na decisão contra o Bayer Leverkusen. Acabou sendo premiado no final do ano com o prêmio de melhor jogador europeu dado pela UEFA.
Na temporada seguinte, conquistou novamente os títulos da Supercopa Europeia e Mundial Interclubes (os outros foram em sua passagem pela Juventus), tendo atuações magistrais. Também conquistou o título espanhol ao término da temporada. Como premiação por suas atuações magistrais, recebeu pela terceira vez o prêmios de melhor jogador do mundo pela FIFA, sendo o recordista, ao lado de Ronaldo, então companheiro de equipe.
Já em sua terceira temporada, conquistou seu último título com a camisa merengue, a Supercopa da Espanha. Zidane foi inserido na lista dos 120 jogadores de futebol vivos, conhecido como FIFA 100, além de ser considerado o maior jogador europeu da história, numa votação da UEFA.
Em sua última temporada pela equipe galáctica e como profissional, marcou um hat-trick (três gols em um jogo) na vitória sobre o Sevilla por 4 a 2. Em 07/05/2006, Zidane anunciou que iria se aposentar após a Copa do Mundo. Em sua última partida pela equipe, o elenco usava uma camisa comemorativa com "Zidane 2001-2006" abaixo do escudo do clube. A partida que foi contra o Villarreal, terminou empatada em três gols, sendo um dos gols sendo seu.
Seleção Francesa:

Sendo descendente de argelinos, Zidane teve chances de defender a Argélia, porém, segundo boatos na época, Abdelhamid Kermali, o considerava lento demais, por isso nunca o convocou. No entanto, Zidane negou anos mais tarde numa entrevista que isso tenha acontecido, dizendo que ele não poderia defender a Argélia, pois já defendia a França. Sua estreia nos Bleus aconteceu contra a República Tcheca. Entrando aos dezoito minutos do segundo tempo, marcou os dois tentos do empate.

Apesar do desempenho discreto na Euro, Zidane guardará o melhor para mostrar apenas dois anos depois, na Copa do Mundo de 1998, onde veio a grande glória do futebol francês: a conquista do mundial. Com atuações brilhantes durantes as primeiras fases, Zidane chegou a final contra os então campeões, o Brasil. Numa final épica, Zidane demonstrou o que era capaz, marcando seus dois primeiros gols na Copa, além de garantir o inédito título mundial à França. Porém, Zidane acabou não sendo eleito o melhor jogador da Copa, ficando atrás do brasileiro Ronaldo.
Em 27 de maio de 2006, Zidane disputou sua centésima partida com a camisa da seleção, na vitória sobre o México (1 a 0). Zidane se tornou o quarto jogador a conseguir tal feito, após Marcel Desailly, Didier Deschamps e Lilian Thuram também terem chegado a essa marca.
Na disputa de sua última competição como profissional, após um início um tanto apagado, ficando suspenso da última partida da fase grupos, Zidane retornou contra a Espanha, sendo um dos destaques na vitória (3 a 1). Na partida seguinte, que seria disputada contra o Brasil, Zidane demonstrou seu melhor futebol da carreira, cobrando a falta que resultou no tento da vitória de Thierry Henry, sendo eleito o melhor jogador em campo. Nas semifinais, marcou o gol de pênalti da vitória sobre Portugal e, antes mesmo de disputar sua segunda final de Copa, foi eleito o melhor jogador do torneio. Já na final, Zidane marcou novamente de pênalti, se tornando o quarto jogador na história a marcar em duas finais (os outros foram Vavá, Pelé e Paul Breitner). Porém, após insultos verbais de Marco Materazzi (que fora o responsável pelo tento de empate), Zidane acabou dando uma cabeçada no peito do italiano e, consequentemente, sendo expulso, na prorrogação. Depois, a França acabou perdendo o título nos pênaltis (5 a 3).
Títulos:

Bordeaux
Copa Intertoto da UEFA: 1995
Juventus
Supercopa da Itália: 1997
Campeonato Italiano: 1997, 1998
Copa Intertoto da UEFA: 1999
Supercopa Europeia: 1996
Mundial Interclubes: 1996
Real Madrid
Supercopa da Espanha: 2001, 2003
Campeonato Espanhol: 2002/03
Supercopa Europeia: 2002
Liga dos Campeões da UEFA: 2001/02
Mundial Interclubes: 2002
França

Copa do Mundo: 1998
Eurocopa: 2000
Títulos Individuais:
Melhor jogador jovem da Ligue 1: 1994
Melhor jogador da Ligue 1: 1996
Melhor jogador estrangeiro da Serie A: 1997, 2001
Seleção da Copa do Mundo: 1998, 2006
Melhor meia da UEFA: 1998
Jogador Francês do Ano: 1998, 2002
Bola de Ouro: 1998 (foto)
Onze de Ouro: 1998, 2000, 2001
Melhor jogador do mundo pela World Soccer: 1998
Melhor jogador do mundo pela FIFA: 1998, 2000, 2003
Onze ideal da ESM: 1998, 2002, 2003, 2004
Melhor jogador da Eurocopa: 2000
Seleção da Eurocopa: 2000, 2004
Melhor jogador da Serie A: 2001
Seleção da UEFA: 2001, 2002, 2003
Jogador Europeu do Ano: 2002
Melhor jogador estrangeiro da La Liga: 2002
UEFA Golden Jubilee Poll
FIFA 100
Melhor jogador da Copa do Mundo: 2006
FIFPro World XI: 2005, 2006
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário